Cia Teatral Crepúsculo estreia “Seven – O Circo dos Números Capitais” na 2ª Temporada de Teatro de Sete Lagoas

Os 4 Distintos emocionam funcionários da Netimóveis
novembro 5, 2015
“Os 4 Distintos” animam manhã de domingo, em feira de Sete Lagoas
novembro 10, 2015
Exibir tudo

A 2 ª Temporada de Teatro de Sete Lagoas, que vem acontecendo desde maio de 2015, sempre quinzenalmente, com entrada franca e apresentações lotadas em diversos espaços da cidade, vem formando público quantitativa e qualitativamente ao oferecer espetáculos de diversas linguagens. No sábado dia 07 de novembro, às 20 horas, na orla da Lagoa Paulino durante a Feirinha, a cidade recebeu a estréia do espetáculo “Seven – O Circo dos Números Capitais, vencedor do Prêmio Funarte Artes na Rua 2014. Uma montagem da Cia Teatral Crepúsculo, com os palhaços Madureira, interpretada por Luciane Kattaoui e Plock, interpretado por Cláudio Márcio, com a direção de João Valadares, um nativo da cidade.

Os dois palhaços vivem cenas que tratam de um assunto bastante sério e polêmico, lançando mão de várias linguagens do circo, para parodiar os pecados capitais cometidos pelos palhaços, de uma forma suave, lírica e espontânea. Utilizando-se do lúdico eles colocam as questões de uma forma seriamente humorística. A peça é uma grande bobagem e é por meio do riso que se discute os pecados. Os palhaços mantêm a esperança e sua força reside precisamente nesse espírito positivo que faz converter os erros em triunfos. Para os palhaços, o erro e o fracasso são divinos e podem acendê-los ao céu.

O público presente pôde assistir e curtir dois artistas palhaços na essência do ser circense, cheios de leveza, delicadeza, profissionalismo, improviso e é claro, muita graça e humor. Madureira e Ploc tem uma boa afinidade entre eles, se sentem no palco, têm muito potencial e ainda terão um crescimento artístico em se tratando de dupla, devem buscar a complementação que tem de acontecer de forma natural nesse espaço circense. Madureira e Ploc têm uma coisa que os credencia nessa caminhada, a ternura, a simplicidade, a emoção e paixão expressa em seus rostos.

Com certeza foi uma bela estréia e o povo de Sete Lagoas foi o grande agraciado por esta dupla que nos próximos anos fará muita palhaçada por este nosso país afora.

Por Elmo Gomes

 

 

Os comentários estão encerrados.