Crepúsculo apresenta teatro inclusivo na 11ª Conferência Estadual de Assistência Social

Crepúsculo anima a Câmara dos Vereadores com muita arte, alegria, gingado e descontração
novembro 3, 2015
Os 4 Distintos emocionam funcionários da Netimóveis
novembro 5, 2015
Exibir tudo

A 11ª Conferência Estadual de Assistência Social aconteceu nos dias 26, 27, 28 e 29 de outubro, no Minas Centro, na capital mineira. Realizada pelo Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas/MG) e pela Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social (Sedese), a Conferência teve como objetivo consolidar uma nova política para a assistência social no país foi o que destacou Maria Alves, presidente do Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas-MG). Como ex-usuária da política de assistência social, Maria afirmou que os programas sociais livraram milhões de brasileiros da miséria e da exclusão. “Neste país, ser preta, pobre, mulher e mãe solteira é já estar condenada à exclusão”. Maria Alves falou ainda da necessidade de superar o assistencialismo e reafirmar o Sistema Único de Assistência Social (Suas) como uma política de direito.

No dia 28 de outubro de 2015 o Crepúsculo – Centro de Desenvolvimento Humano foi convidado a realizar uma apresentação teatral para a abertura do terceiro dia de trabalhos, palestras, debates e afins. Os artistas Cláudio Márcio, Luciane Kattaoui, Mariana Botelho e Silvia Carvalho interpretaram o espetáculo “Os 4 Distintos” no Teatro Topázio, para um público estimado em 300 pessoas, aproximadamente. Julinho, Karina, Belinha e Tininha, respectivamente, de acordo com o nome de seus intérpretes, vivem a historia de quatro amigos que por meio do lúdico e do faz-de-conta desvendam o mundo dos sonhos e das aspirações e leva o público a uma reflexão profunda sobre desejos, possibilidades que pessoas com limitações aparentes e não aparentes vivenciam.

O público foi bastante receptivo e ao final muitos estavam bastante emocionados e aplaudiram de pé o espetáculo. Os 4 Distintos não visa somente o entretenimento, mas tenta levar a reflexão sobre o nosso papel nesse universo. O que podemos melhorar em relação a nós mesmos e principalmente na convivência com o próximo. Na manhã do dia 28 parece que o objetivo foi alcançado, pois, o que se viu foi um público pensativo, alegre e tocado pela idéia disseminada por estes quatro jovens.

Por Elmo Gomes

 

Os comentários estão encerrados.