Universitários cantam e dançam ao som nordestino da Cia Teatral Crepúsculo

Invasão árabe no Crepúsculo
setembro 11, 2015
Um ano de encontros, conversas, dúvidas e descobertas
setembro 24, 2015
Exibir tudo

Uma noite de quarta feira comum e os brasileiros ligados no futebol. Nem todos. Os alunos do UniBh, Campus Cristiano Machado, tiveram uma oportunidade diferente.

No intervalo das aulas ao chegarem ao saguão da escola se depararam com cinco nordestinos, com chapéu, de couro, saia rodada, tambor, pandeiro e violão. Foi aquela surpresa! “Boa inté demas”, como se diz no interior.

1

Eram os artistas da Cia Teatral Crepúsculo. Eles falaram, quer dizer cantaram, sobre uma coisa muito importante, o Programa de Promoção do Desenvolvimento Humano, que é uma campanha que o Crepúsculo – Centro de Desenvolvimento Humano está realizando com o intuito de ampliar a oferta de conceitos, conhecimentos, exemplos, metodologias e tecnologias sobre Desenvolvimento Humano, com ações em Belo Horizonte e multiplicadas pela internet em três línguas, além de libras, e legendas para acessibilizar ao máximo de pessoas possível.

Os artistas cantaram um repente à moda nordestina e os universitários foram tocados pela música e logo o saguão estava lotado. Quando todos estavam introduzidos no clima os atores, cantores e dançarinos, Cláudio Márcio, Keu Freire, Luciane Kattaoui, Mariana Botelho e Davi Lennon, apresentaram um flash mob baseado na música tema do Programa de Promoção do Desenvolvimento Humano, “Todo Mundo Tem Limitações”. A letra da música chama todos a uma reflexão sobre o tratamento dado às pessoas com limitações aparentes ou não aparentes.

2

A apresentação além da cantoria teve uma coreografia que foi incorporada pelos estudantes universitários que mais pareciam crianças vislumbradas e felizes, dançando, cantando, se divertindo e interagindo, com direito à ciranda e tudo.

O Professor do Curso de Contabilidade, Rodrigo Dornelas, anfitrião do Crepúsculo, se mostrou satisfeito, emocionado, mas nem um pouco surpreso com o carinho e receptividade de seus alunos: “O intuito dessa vivência é formar profissionais de contabilidade mais humanizados e sensíveis às causas sociais”, disse Dornelas.

3

Para os profissionais do Crepúsculo – Centro de Desenvolvimento Humano a noite foi gratificante, pois, sentiram que cumpriram seu papel junto à juventude, que durante alguns minutos nem se lembraram do futebol.

 

Por Elmo Gomes

 

Para ver todas as fotos clique no link abaixo:

https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1705848586313204.1073741844.1404749629756436&type=3

#TodoMundoTemLimitações

#DesenvolvimentoHumano

#CrepúsculoCDH

 

Os comentários estão encerrados.